ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Foto de www.uneac.org.cult

A casa editora da União dos Escritores e Artistas de Cuba (Uneac) convida a dar uma ampla olhada a autores estabelecidos e novos do seu catálogo, algo que deve agradecer o leitor que vai participar da 28ª edição da Feira Internacional do Livro de Havana, Cuba 2019

Tanto na sede da Feira, em San Carlos de la Cabaña, como em seus próprios locais, no salão Villena, da Uneac, Ediciones Unión deve colocar à disposição do público livros novos e reeditados, além de um interessante programa de celebrações e homenagens.

Olga Marta Perez, diretora da casa editora, considerou que têm trabalhado para apresentar livros muito atraentes para o público em geral, tanto biografias, como romances, contos e ensaios, e alguns especiais dedicados ao 500º aniversário de São Cristóvão de Havana.

Alguns anos atrás, Miguel A. Sánchez venceu o Prêmio Uneac com Capablanca, leyenda y realidad, e agora os leitores podem acessar a uma segunda edição, corrigida e ampliada, que contém, inclusive, muitas das partidas efetuadas pelo famoso jogador de xadrez.

Outra reedição altamente antecipada é Titon volver sobre mis pasos, uma seleção de cartas recopiladas pela viúva do cineasta, a atriz Mirtha Ibarra, que agora vem com anotações do conhecido crítico Juan Antonio García Borrero.

Na narrativa, a União oferece títulos sugestivos. Uma reedição do romance policial La vida es un tango, de Lorenzo Lunar; Cómo era entonces, romance de Lourdes Pasalodos, Prêmio Vidal 2015 da Uneac em Las Tunas, uma competição nacional que leva o nome do narrador Guillermo Vidal (1952-1989) e de Pedro Juan Gutierrez, Trilogía sucia de La Habana.

Foto de www.uneac.org.cult

Ainda mais. Do autor consagrado Julio Travieso será lançado o volume El cuaderno de los disparates; de Lazaro Diaz El silencio de los cristales, uma compilação de contos acerca do drama humano que representa a emigração, e o novo romance póstumo de Miguel Mejides (1950-2018) El plagiador.

De Eduardo Heras, Prêmio Nacional de Literatura, autor a quem é dedicada a Feira 2019, Ediciones Unión, de cujo conselho consultivo ele faz parte, reedita Dolce Vita, enquanto outras editoras do Instituto Cubano do Livro vão lançar seus títulos: La guerra tuvo seis nombres, Los pasos en la hierba e Cuentos completos.

A editora Unión vai lançar na Feira um texto importante: Un poeta en camisa de once varas, conjunto de entrevistas feitas a Roberto Fernandez Retamar, Prêmio Nacional de Literatura 1989, selecionadas pelo próprio poeta e ensaísta, dentre as que já foram publicadas.

De certeza vai ser muito procurado o título El barco elegido, de Zurelys López Amaya, que inclui entrevistas a dez personalidades da cultura cubana, incluindo José Lezama Lima, Edmundo Desnoes, Fernando Perez e Abilio Estevez.

A diretora da Unión anunciou que terá lugar uma Mesa Crítica acerca do extenso trabalho de Fina García Marruz, Prêmio Nacional de Literatura, e o lançamento de vários de seus livros, incluindo um ensaio sobre Francisco de Quevedo (Editora Huso, de Madri); El orden del homenaje, coleção de pequenos ensaios (La Isla Infinita) e outro de poesia.

Momentos relevantes para a editora Unión durante a Feira será uma homenagem à capital cubana, por seus próximos 500 anos, com o lançamento dos volumes La poética Habana. Cien poemas, seleção de Angel Augier, e La Habana narrada en el espejo, de Felix Contreras. E da Coleção Sur, a reimpressão do livro de poemas antológico de Eliseo Diego En la calzada de Jesús del Monte.

A fundação Guillén, com sede igualmente na Uneac, incluiu o volume De que callada manera, de sua casa editora Semsemayá no programa de lançamentos de livros da Unión.

Ainda, por parte da própria Sensemayá, foi anunciado o próximo lançamento de uma nova edição de Songoro Cosongo, de 1931 coleção de poemas selecionados entre os cem livros mais importantes escritos em espanhol, de forma a comemorar o 30º aniversário da morte de Nicolas Guillén (1902-1989).

A Ediciones Unión chega com um olhar amplo em seu catálogo de excelência para esta 28ª Feira Internacional do Livro Havana 2019, que tem lugar de 7 até o próximo dia 17 fevereiro.