ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA

O Triatlo Internacional de Havana, em sua terceira edição, uma carreira emblemática, acolherá mais de 400 participantes de 20 nações, nos dias 25 e 26 de fevereiro, nas categorias de média distância, Sprint Popular e Elite, segundo noticiam diversos meios locais.

Este projeto de cooperação, que transcende o lado meramente esportivo, tem como objetivo colaborar no desenvolvimento desta modalidade na América Latina e o Caribe.

Este evento especial abrange esporte e compromisso, e no qual a Federação Espanhola de Triatlo (Fetri) e a União Internacional de Triatlo estão ativamente envolvidas.

A capital cubana será engalanada para receber, pela terceira ocasião, todos esses atletas, familiares e amigos, que viverão com emoção este grande desafio esportivo.

Este evento se desenvolverá nos mesmos cenários das edições anteriores. No sábado, 25 de fevereiro, será realizada a prova da média distância (1,9 quilômetros de natação, 90 quilômetros de ciclismo e 21 quilômetros de maratona) pela disputa das medalhas, bem como por idades. A saída será na Marina Hemingway e a meta na Tribuna Antiimperialista José Martí.

Na segunda jornada do certame (26 de fevereiro) será a vez da modalidade principal, o Triatlo Sprint 750 metros-20 quilômetros e cinco quilômetros, nas áreas da referida instalação turística.

Este é um projeto que une a cooperação, a cultura e o esporte e é uma ajuda formidável ao desenvolvimento destas disciplinas em Cuba.

A terceira edição do Triatlo Internacional de Havana será nos mesmos cenários das anteriores edições. Photo: Ricardo López Hevia

Não tem faltado o apoio incondicional da União Internacional do Triatlo (ITU por sua sigla em inglês) e de Federações Nacionais de Triatlo, como a da Espanha, México, Itália e a dos Estados Unidos, principalmente.

Na lista de países confirmou-se a assistência de esportistas do México, Canadá, Colômbia, Panamá, França, El Salvador, Costa Rica, Espanha, Áustria, Itália, Japão, Argentina, Brasil, Grã-Bretanha, Polônia, Chile, Nova Zelândia e a República Dominicana.

Por Cuba concorrerão os integrantes da pré-seleção nacional, representados pelos triatletas Leslie Amat e Michel González, várias vezes medalhistas em eventos regionais e continentais.

«Tal como em edições precedentes, os vencedores receberão, além de suas medalhas, obras de reconhecidos artistas cubanos das artes plásticas», assinalou o comissionado nacional de triatlo, Alejandro Puerto.

Cuba acolherá até o ano 2018, eventos da especialidade, através de um contrato assinado com a União Internacional de Triatlo e aspira a ser a sede de uma das fases da Copa do Mundo, em 2019.