ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Yurisbel Gracial: um dos jogadores mais destacados do time de Matanzas, nos últimos Campeonatos Nacionais de beisebol da Ilha e já fez parte do time nacional de Cuba. Photo: Ricardo López Hevia

YURISBEL Gracial, Lázaro Blanco, Miguel Lahera, Alexander Ayala, Julio Pablo Martínez e Yordan Manduley integrarão a lista dos times da Liga Independente Americana (Can Am League), que começará desde 18 de maio até a primeira semana de setembro, como parte da relação entre a Federação Cubana de Beisebol e essa Instituição.

Outro nome incluído para a temporada da Can Am é o de Roel Santos, Contudo, não se tem oficializado, pois caso não viajar ao Japão, jogaria em uns dos times desse evento, tal como fez em 2016, com o time Marinos de Chiba Lote, da liga japonesa, interessado em sua assistência.

A informação transcendeu em uma entrevista coletiva, nos salões do estádio Latinoamericano, na qual marcaram presença o vice-presidente da Can Am League, Michel Laplante, que também se desempenha como gerente do time Quebec Capitols, uns dos dessa liga; o diretor nacional de beisebol, Yosvani Aragón e o presidente da Federação Cubana de Beisebol, Higinio Vélez.      

Aragón reafirmou o já anunciado, a presença de um time Sub-18 em um campeonato na própria cidade de Quebec, desde 2 até 25 de julho. «Trata-se de um certame com jogadores entre 21 e 23 anos, mas com toda a intenção aproveitaremos esta oportunidade para inscrever os jogadores menores de 18 anos (juniores) que atualmente estão no fim da etapa regular, do campeonato nacional». Esse certame serviria de preparação com vista a sua participação no mundial dessa categoria. O campeonato mundial terá lugar em Thunder Bay, Canadá (1-10 de setembro) e participarão 12 times divididos em duas chaves, para permitir o avanço dos três primeiros de cada chave à segunda etapa. A Ilha maior das Antilhas está na chave B, com os Estados Unidos, atual campeão do mundo nessa categoria; Japão, onze vezes campeão nestes certames, México, Holanda e a África do Sul.

Alexander Ayala estreou com o time da província Camaguey, durante o 39º Campeonato Nacional de Beisebol. No decurso dos anos se desenvolveu como atleta, até se tornar em uns dos melhores na ofensiva do beisebol cubano. Photo: Ricardo López Hevia

O diretivo expressou que as negociações com a Can Am League, relativamente à participação de um time cubano na próxima temporada é praticamente um fato. «Aprimoram-se os últimos detalhes para o evento e devemos assistir com um time, desde 8 até 29 de junho, o mesmo que depois participaria, de 1 a 8 de julho, nos jogos amistosos Cuba-Estados Unidos, na Carolina do Norte».

Quanto às características desse time para ambos os certames, expressou que é conformado por jogadores muito jovens, os quais devem assumir os principais jogos do time cubano, desde 2019 até 2020 (Jogos Olímpicos), bem como o 5º Clássico Mundial, em 2021. «Participaremos, também, no certame de Roterdã, Holanda, no qual estaríamos misturando jogadores com perspectivas e outros consagrados. Para nós é uma grande experiência a presença de Cuba na Can Am League. Eleva-se nossa qualidade, graças ao desempenho de jogadores, por exemplo, Gracial e Santos, que se destacaram na temporada passada. Lamentavelmente Manduley tem uma lesão agora. «Ainda, contamos com as boas-vindas que os fãs lhes deram e ficamos com a certeza que continuaremos melhorando nesta temporada», disse Laplante.