ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
«As esperanças de Cuba se definem em subir ao pódio nos Jogos Olimpicos e certames do mundo», assevera a reconhecida corredora Ana Fidelia Quirot.

GANHOU a alcunha de Tempestade do Caribe, por sua vontade e perseverança para vencer nas pistas de atletismo durante as competições. A corredora Ana Fidelia Quirot Moret desfruta cumprimentando os cubanos que interrompem sua passagem para tirar-se uma foto, conversar ou mostrar-lhe carinho e gratidão por seus sucessos internacionais.

Nascida em 23 de marco de 1953, no município de Palma Soriano, Santiago de Cuba, a destacada ex-esportista conseguiu dominar nos Grand Prix, desde 1987 até 1991, e recebeu o troféu da Comunidade Ibero-americana, entregue pelos reis da Espanha, como a melhor Esportista da Área, em 1988. Recebeu, em Mônaco, o galardão à Melhor Esportista do Mundo em sua modalidade.

Venceu trinta e nove carreiras consecutivas na modalidade dos 800 metros, entre 1987 e 1990, e 15 nos 400 metros, em 1990. Conferiram-lhe a condição de atleta de Cuba nos anos 1987, 1988, 1989, 1990 e 1991. Por suas façanhas, o Comandante-em-chefe Fidel Castro Ruz lhe entregou a Ordem ao Mérito Esportivo, em 13 de setembro de 1995.

O semanário Granma Internacional a entrevistou para conhecer de seu traba-lho atual e assinalou:

«Neste momento trabalho com a Federação Cubana de Atletismo e com a Comissão Nacional de Atenção aos Atletas. Ajudo no programa para o resgate das car-reiras de velocidade, em nível nacional».

«Hoje, nosso país tem deficit de corredores especializados na velocidade e devemos pensar que em outros tempos se destacaram figuras do nível de Silvio Leonard, Aurelia Pentón, Silvia Chivás, Alberto Juantorena. Desejamos atingir as primeiras colocações nos Jogos Cetro-americanos e Pan-americanos nas car-reiras de distâncias curtas».

Projetos para os próximas Jogos Olimpíados?

«Neste minuto temos possibilidades pelas marcas internacionais no salto com vara feminino e no disco feminino. Traba-lhamos para consolidar as carreiras de revezamento curto nos homens».

Em que estrela do atletismo pensa?

«Em Yarisley Silva, no salto com vara e Denia Caballero, no disco. São atletas famosos em nível mundial. Reynier Mena (200 m), Zurian Hechavarría (400 m com barreiras), Yaniuvis López (peso), Paula Beatriz Álvarez (salto em distância) e Leandro Zamora, especializado nos 400 m com barreiras, são talentos com certas perspectivas de desenvolvimento».

Cuba voltará a brilhar nas competições internacionais?              

«Desenvolvemos a Copa Cuba no mês de marco, nosso campeonato nacional. Ficamos contentes com a atuação dos atletas jovens em salto triplo, com marcas próximas às realizadas por outros atletas no mundo. A continuidade em sua preparação tornaria possível seu progresso nos próximos certames internacionais».

«Refiro-me Andy Díaz que foi o melhor na modalidade de salto triplo, em uma final onde se conseguiram vários pulos que ultrapassaram os 17 metros. O jovem de 22 anos conseguiu sua melhor marca pessoal, com um salto de 17.40 metros, ultrapassando Cristian Nápoles (17.27 ) e Lázaro Martínez (17.05)».

Quais são os desafios?

«Os desafios são conseguir melhores resultados para Cuba nos eventos internacionais, principalmente nos jogos Centro-americanos e Pan-americanos».

Como mantém um figura esbelta depois da aposentadoria do esporte de alto rendimento?

«Sinto-me saudável e bem fisicamente, Continuei os conselhos dos treinadores para diminuir a carga física, após finalizar minha etapa no esporte de alto rendimento. Cumpro cabalmente as orienta-ções e recomendações dos especialistas de medicina esportiva. Faço exercícios como mais uma tarefa para desenvolver meu trabalho diário. Interessa-me ter melhor qualidade de vida».

E o regime alimentar?

«Consumo todo o tipo de alimentos nutritivos. Evito aqueles com alto teor calórico e energético. Fico atenta a meus indicadores de saúde como o colesterol e outras doenças crônicas silenciosas. Como muitas frutas e vegetais. Diminuo o consumo de carboidratos embora não tenha deixado de comê-los».

Mensagem para os leitores do mundo?

«Peço-lhes que realizem actividade física, para ter um corpo saudável».

Algum sonho por realizar?

«Meu sonho é ver meus filhos se graduarem de uma carreira universitária na profissão que eles determinem».