ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Photo: AVN

CARACAS.– A Revolução Bolivariana da Venezuela venceu em 17 dos 22 estados, nas eleições regionais efetuadas no domingo, 15 de outubro, informou a presidenta do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibisay Lucena. Somente o estado Bolívar não tem uma tendência irreversível.

Com a tendência irreversível de 22 estados e com 95,8 % de transmissão, a Revolução Bolivariana venceu em 17 estados e a oposição em cinco.

A participação eleitoral foi de 61,14 %, detalhou a reitora do CNE, um número superior a 53,94 % das eleições regionais de 2012.

O chavismo triunfou no estado Miranda, uma entidade onde a oposição sempre obtinha maioria de votos. Os moradores dessa localidade foram gravemente afetados pelos protestos violentos, ocorridos entre abril e julho, que deixaram mais de 100 mortos.

Após ser conhecidos os resultados, os venezuelanos celebraram o fortalecimento da sua democracia em uma nova jornada eleitoral, que decorreu com normalidade.

«A participação é a maior nos últimos anos, é histórica, muito superior à que houve em dezembro de 2012, quando escolhemos os governadores e governadoras», disse o chefe do Comando de Campanha Zamora 200, Jorge Rodríguez.

Para estas eleições 18.099.391 venezuelanos estavam habilitados para votar em 13.559 centros de votação instalados no país todo, com 30.274 máquinas e 4.216 mesas de contingência. Somente os moradores do Distrito Capital não participaram das eleições pois Caracas é uma jurisdição com prefeitura metropolitana e não é uma governação.