ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Iberia, linha aérea líder da Espanha, é uma das principais companhias de aviação mais importantes da Europa.

MADRI.— A companhia aérea espanhola Ibéria batizou com o nome de Havana seu mais recente avião Airbus A330-200, com motivo da celebração do 70º aniversário de seus voos para a América Latina, informou a companhia em 4 de abril.

A aeronave, que levará o nome da capital cubana na parte frontal exterior – abaixo da cabine da pilotagem — é a terceira de seu tipo que comprou esta empresa, primeira em voar para a América Latina a partir da Europa, depois da Segunda Guerra Mundial.

No último ano e meio, a Iberia fez um pedido de 29 aviões de grande formato, dos quais 13 são Airbus A330-200, como o recém recebido, cuja entrega é prevista até março do ano 2018.

Com o propósito de renovar e expandir sua frota de aviões de grande formato, a Ibéria comprará, ainda, 16 Airbus A350-900 de nova geração, os quais receberá entre 2018 e 2021, segundo um comunicado da imprensa.

Após sete décadas, é a companhia líder na América Latina, com mais de 250 voos semanais e 20 destinos em 15 países da referida região.

Precisamente, Havana foi um dos primeiros pontos de escala deste consórcio no continente americano, pois suas operações em Cuba começaram em 1949.

Depois de uma interrupção de dois anos, em junho de 2015, a Iberia reiniciou seus voos para a Ilha caribenha e, em apenas 12 meses, incrementará a oferta de cinco para sete frequências semanais, significou a informação.

A partir do próximo 1 de junho, a linha aérea oferecerá ligações diárias para a principal cidade da nação antilhana.