ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
HostelCuba 2016 foi efetuada com sucesso, patrocinada pela Fira Barcelona, da Espanha e a Pabexpo de Cuba.

O interesse de potencializar a indústria do lazer teve sua ratificação mediante o desenvolvimento da Feira de Tecnologia e Serviços HostelCuba 2016, no recinto de Pabexpo, em Havana.

Dedicada ao atendimento da indústria turística, constitui uma nova oportunidade organizada por Fira Barcelona, da Espanha e a Pabexpo de Cuba, com o objetivo de consolidar o desenvolvimento da indústria das viagens neste arquipélago.

Durante a abertura do encontro, em 17 de maio, percorreram seus salões o ministro do Turismo cubano, Manuel Marrero, acompanhado do primeiro vice-titular Alexis Trujillo e a vice-ministra Mayra Álvarez.

Junto a este grupo de diretivos apreciou os salões de HostelCuba o diretor da Fira Barcelona Internacional, Ricard Zapatero, e o presidente da Câmera do Comércio de Cuba, Orlando Hernández, juntamente com diretivos e funcionários ligados ao setor.

Estes executivos efetuaram negociações e examinaram as propostas das 45 empresas estrangeiras que expuseram seus meios, equipamentos e serviços.

Alexis Trujillo garantiu que durante estes dias se exibe uma importante mostra de equipamento especializado destinado, sobretudo, ao setor hoteleiro.

Explicou que o mundo atual e as tendências modernas exigem contar com tecnologia que garanta segurança, profissionalismo, sustentabilidade e desenvolvimento nas gestões ligadas ao setor turístico.

“Esta ação comercial realiza-se em um cenário positivo, tendo em vista um futuro promissor”, insistiu o primeiro vice-ministro do Turismo.

O funcionário adiantou que 108 mil novas habitações serão abertas até o ano 2030 em Cuba, o qual exige um crescimento no desenvolvimento da indústria turística local.

Reafirmou que um fato que favorece a este país é o alto interesse mostrado por múltiplas companhias de prestígio, para estabelecer negócios no referido setor.

Por sua parte, Zapatero assegurou que o objetivo é que Cuba possa participar de um grupo de Feiras especializadas.

A Fira Barcelona Internacional constitui um dos principais organizadores deste tipo de reunião no mundo, quando seus eventos representam um grande impacto econômico.

O presidente de Fira acrescentou que este é o primeiro de muitos eventos que querem pôr em andamento em Cuba, pois este país tem tudo para se converter em um dos principais destinos de eventos profissionais do mundo.

Zapatero reafirmou sua decisão, junto a Palco, de levar adiante este projeto, sempre com a ajuda dos ministérios.

Nessa linha, o presidente da Câmera do Comércio de Cuba explicou que se fazem rodadas de negócios para que os expositores possam ter uma resposta adequada de acordo aos produtos e a tecnologia mostrada na Feira.

Significou que as empresas cubanas têm grande concorrência e representação na HostelCuba, o que implica uma confiança neste novo tipo de evento, ao qual augurou sucessos.