ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA

Os avanços de cinco décadas de trabalho contínuo para desenvolver e aperfeiçoar a nefrologia cubana serão apresentados durante a Jornada que o Instituto de Nefrologia (INEF) dr. Abelardo Buch López dedicará entre os dias 16 e 18 de março próximos ao 50º aniversário desta especialidade no país.

O encontro — com a sede no Centro Internacional de Saúde La Pradera e organizado pelo INEF e a Sociedade Cubana de Nefrologia— comemorará, ainda, os 47 anos do primeiro transplante renal com sucesso em Cuba, e também desenvolverá o 18º Curso Nacional de Nefrologia Pediátrica e a Jornada de atualização em Enfermagem Nefrológica.

Um importante grupo de prestigiosos professores cubanos e de países como os Estados Unidos, Argentina, Espanha, México, Uruguai, Colômbia e Porto Rico, debaterá sobre temáticas medulares neste campo médico, como o transplante renal com doador vivo; o uso deste método substitutivo da função renal na velhice; as perspectivas da especialidade em Cuba e os aspectos a desenvolver, futuramente, neste procedimento.

Aliás, de acordo com o programa científico, serão abordados temas relacionados com as doenças recorrentes no transplante renal; a obesidade e o rim; a síndrome cardio-renal; o passado, presente e futuro da Diálise Peritoneal na Ilha; as complicações em crianças que recebem este tratamento; o rim e a sua contribuição ao risco vascular global; os avanços terapêuticos no tratamento da anemia renal; o papel da enfermagem nas instrumentações urológicas ambulatórias; a experiência no emprego da eritropoietina recombinante cubana, entre outros tópicos relevantes.

Com a fundação do Instituto de Nefrologia, no ano 1966, inicia-se o desenvolvimento da Nefrologia em Cuba, reconhecida como especialidade na mesma data e que quatro anos depois realizou o primeiro transplante renal bem sucedido.