ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA

HAVANA.– A Primeira Convenção do Comércio Cuba 2017 será inaugurada hoje, 15 de maio, no Palácio das Convenções da capital.

Odalys Escandell García, vice-ministra primeira do Ministério do Comércio Interior (Mincin) disse à imprensa que o evento concluirá em 19 de maio e contará com mais de 500 delegados e convidados de dez países.

«Pesquisadores, executivos, especialistas e pessoal técnico em geral, trocarão experiências e dialogarão acerca da importância do comércio e os serviços no desenvolvimento econômico do país, incluídos os novos modelos de gestão», precisou.

«Esta Convenção, disse, tem um importante componente científico e pretende, a partir da academia, debater sobre os desafios e perspectivas para alcançar um comércio sustentável».

Arguiu, aliás, que conta com um grupo significativo de atividades colaterais, associadas fundamentalmente, a exibições e apresentações da cozinha e coquetelaria cubana, bem como exposições-vendas, desfiles e lançamentos de livros.

«Nessa ocasião será assinado um convênio de colaboração entre os ministérios da Educação Superior e o Mincin, sobre a capacitação de técnicos e trabalhadores do setor do serviço e o comércio e as novas formas de gestão que requerem de conhecimentos para realizar sua função», expôs.

Escandell García anunciou que como parte do evento se produzirão apresentações de serviços e novos produtos no mercado através das redes de lojas Cimex e TRD.

Mirelys González Batista, coordenadora do comitê organizador do certame, destacou que de 16 a 18 próximos será ministrado um grupo de conferências magistrais a cargo de importantes personalidades nacionais e de fora.

A Primeira Convenção do Comércio Cuba 2017 é organizada pelo Mincin e seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento.