ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Cuba desenvolve ações para a proteção da biodiversidade e dos ecossistemas terrestres. Photo: Nestor Madruga Sosa

SANCTI SPÍRITUS.– A paixão do Comandante-em-chefe Fidel Castro por defender o meio ambiente e sua contribuição no enfrentamento ao desafio global que significa a mudança climática foram destacados nesta cidade, no contexto da comemoração do ato nacional a propósito de 5 de junho.

«É impossível comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente em Cuba sem levar em conta o legado de Fidel», assegurou a funcionária do Comitê Central do Partido e ministra da Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (Citma), Elba Rosa Pérez Montoya, que elogiou a visão integral do líder histórico da Revolução Cubana sobre as questões do meio ambiente, constatável em mais de 50 discursos públicos, inclusive em sua última intervenção, no 7º Congresso do PCC.

A titular do Citma lembrou como, em um contexto internacional adverso e submetido a um cruel bloqueio por parte do governo dos Estados Unidos, nosso país não apenas converteu em política de Estado a luta pela preservação do meio ambiente, mas também cooperou com outras nações da área nesta matéria, especialmente na preparação dos recursos humanos para enfrentar os efeitos da mudança climática.

À maneira de exemplo, Pérez Montoya destacou o trabalho integral realizado pela província de Sancti Spíritus no enfrentamento à seca e a diminuição do consumo de água, a redução da poluição e a preservação dos ecossistemas.

Os comandantes da Revolução Ramiro Valdés Menéndez, membro do Bureau Político e vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros e Guillermo García Frías, presidente da Organização Superior de Direção Empresarial (OSDE) para a Proteção da Flora e a Fauna, Heróis da República de Cuba, presidiram a comemoração em Sancti Spíritus, terceira que merece a província no atual século.

A decisão de Cuba para articular ações a favor da proteção da biodiversidade e dos ecossistemas terrestres, conservar os oceanos, garantir água potável à população e promover a energia sustentável foi destacada pela coordenadora residente do sistema das Nações Unidas e representante do Pnud no país, senhora Myrta Kaulard.

No ato participaram também o primeiro-secretário do Partido em Sancti Spíritus, José Ramón Monteagudo Ruiz; a presidenta do Instituto Nacional dos Recursos Hidráulicos, Inés María Chapman Waugh, além da presidenta da Assembleia Provincial do Poder Popular, Teresita Romero Rodríguez.

Como parte da comemoração foram entregues os Prêmios Nacionais de Meio Ambiente, que corresponderam às Empresas de Projetos de Arquitetura e Engenharia, de Villa Clara e de Design e Engenharia DIMARQ, de Ciego de Ávila; ao doutor Luis Joaquín Catasús Guerra e ao comandante da Revolução Ramiro Valdés Menéndez, bem como as províncias de Cienfuegos, Villa Clara, Sancti Spíritus e Ciego de Ávila, que sobressaíram na etapa.