ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA

SANTA CLARA.– O Complexo Escultórico, com todos os seus componentes essenciais completamente reabilitados, será a sede, em 14 de junho, das atividades pelo 89º aniversário natalício do comandante Ernesto Che Guevara e os restantes tributos a desenvolver no próximo mês de outubro, quando serão comemorados aqui os 50 anos de sua morte em combate e os 20 da chegada de seus restos e os dos seus companheiros a esta cidade.

«A restauração, iniciada há pouco mais de um mês e feita pela empresa alemã MD Projekt Management GmbH, em parceria com o Gabinete do Historiador de Havana, incluiu a restauração total de todos os elementos da tribuna, incluindo as lajes e as letras em bronze, a estátua de Che Guevara, que foi limpada com uma substância especial e coberta com uma cera protetora que a deixou nova», indicou Maira Romero Bermúdez, diretora do Complexo.

«Ainda, foram restituídas as lousas do assoalho da tribuna, as escadas de acesso ao Museu e ao Memorial», expressou a diretora, quem pondera a qualidade da obra e a consagração da entidade executora, quem doou a Cuba os mais de 70 000 euros que custou projeto restaurador.

Igualmente, pela primeira vez, foi reabilitado o Mausoleu dos Combatentes do Front de Las Villas, que incluiu a limpeza das lousas, a chama eterna e todas as cobertas dos 220 nichos existentes, além dos jardins», reconheceu Romero Bermúdez.

Michael Diegman, proprietário e presidente da companhia alemã, disse que se sentia muito honrado por ter sido escolhido para essa tarefa, que foi para ele uma grande honra e uma maneira de prestar tributo a essa figura gigantesca «que não só pertence a Cuba, porque Che Guevara é universal», indicou.

O empresário europeu, que também trabalhou na restauração do Capitolio de Havana, explicou que não utilizaram cal nem cimento, como é costume nesses casos, mas sim materiais e produtos de alta qualidade como areia de vidro e ar sob pressão.

Nos próximos dias continuarão outros trabalhos, como a restituição da iluminação da praça, com a colocação de lâmpadas LED, a reposição de vários outdoors e de um grupo de palmeiras que fazem parte do Complexo, explicou a diretora da instituição.