ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Photo: Ricardo López Hevia

A ministra-presidenta do Banco Central de Cuba (BCC), Irma Martínez Castrillón e o presidente executivo do Banco Centro-americano de Integração Econômica (BCIE), Nick Rischbieth, assinaram em 28 de agosto o documento de adesão do nosso país a essa instituição regional e multilateral.

O dito acordo, segundo Martínez Castrillón, permitirá fortalecer ainda mais as já amplas relações da Ilha com os países da região centro-americana e propiciará o apoio dessa instituição a projetos de desenvolvimento econômico social e de integração.

«Consideramos que, a partir deste momento, começa um forte trabalho para levar a via de efeitos todos os objetivos que ambas as partes nos temos proposto», sublinhou a ministra-presidenta.

Por outra parte, Nick Rischbieth destacou os laços históricos e a visão de integração de Cuba com as nações centro-americanas.

Igualmente, explicou que esta rubrica parte de uma visita exploratória realizada à Ilha por diretivos dessa instituição, em maio de 2016, na qual conheceram os diversos projetos de desenvolvimento eu se implementam no país.

No mês de abril – disse – a Assembleia Extraordinária do BCIE apoiou de maneira unânime a incorporação de Cuba, e hoje estamos deixando constância disso, com um alto grau de compromisso por ambas as partes.

«Temos um interesse genuíno em apoiar o desenvolvimento e o crescimento econômico de Cuba, concluiu Rischbieth.

Na cerimônia, efetuada na sede do Banco Central de Cuba, marcaram presença o vice-presidente do Conselho de Ministros e ministro da Economia e Planejamento, Ricardo Cabrisas Ruiz, bem como diretivos do BCIE, o ministério das Relações Exteriores e o BCC.