ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Photo: Miguel Febles Hernández

CAMAGUEY.— Em um amplo percurso por zonas pecuárias desta província, o segundo secretário do Comitê Central do Partido, José Ramón Machado Ventura, constatou como se fortalece entre os pecuaristas desta província uma nova forma de pensar e de agir, que se sustenta na necessidade de diversificar o espectro produtivo e incrementar a entrega de alimentos à sociedade.

Photo: Miguel Febles Hernández

Ao se referir a essa mudança de mentalidade como produtores integrais, Machado, também vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros insistiu em que, se bem é preciso pôr todo o empenho na recuperação pecuária, torna-se urgente, igualmente, virar-se para a terra e extrair-lhe maiores frutos, a partir de um forte movimento que envolva todas as entidades do setor no território.

Acompanhado de Jorge Luis Tapia Fonseca e Isabel González Cárdenas, máximos líderes do Partido e do Governo em Camagüey, Machado Ventura verificou nos municípios de Guáimaro, Sibanicú e Jimaguayú o andamento dos trabalhos de reabilitação das áreas e a infraestrutura que permitirá restabelecer o fluxo zootécnico no manuseamento do rebanho bovino.

Photo: Miguel Febles Hernández

Esse programa inclui a reabertura de estábulos e unidades para a criação artificial de bezerros, o desenvolvimento das vitelas e pastagens para a ceva de animais, ações que devem repercutir no melhoramento da atividade reprodutiva, a qualidade genética do gado e aumentar a produção de leite e de carne.

Machado visitou, ainda, unidades agrícolas de Santa Cruz del Sur, onde novas áreas são habilitadas para a produção de legumes, grãos e frutas, a partir da aplicação, em busca de maiores rendimentos, das culturas intercaladas, o plantio por escalões e o emprego de sistemas de rega mais eficientes.

Photo: Miguel Febles Hernández

Finalmente, visitou na cidade o hospital universitário Manuel Ascunce Domenech, instituição que mostra hoje maior conforto e resultados favoráveis na assistência médica, a atividade cirúrgica e a docência, 55 anos depois de sua inauguração pelo próprio José Ramón Machado Ventura quando era ministro da Saúde.