ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA

MATANZAS.– «O respaldo em massa do povo ao processo de nominação de candidatos a delegados de circunscrições, que começa na segunda-feira, 4 de setembro, será a melhor homenagem ao líder histórico da Revolução», disse aqui Esteban Lazo Hernández, presidente do Parlamento cubano.

Estas são as primeiras eleições sem a presença física de Fidel, artífice das ideias do sistema eleitoral cubano como sustento essencial da soberania socialista e democrática, significou Lazo, membro do Bureau Político.

Lembrou «quanto ele fez, pensou e contribuiu para fazer descansar, sobre fundamentos sólidos, o sistema político que garantiu a continuidade das ideias de independência e justiça social, longamente forjadas durante mais de um século de incessante batalha».

Ainda, fez um apelo à participação em massa e disciplinada do povo e insistiu na possibilidade que terá cada um de propor àqueles que considerem com mais méritos, autoridade, prestígio, liderança e capacidade.

Daí a importância de contar com uma boa assistência às assembleias de nominação nos bairros, «pois se trata de uma etapa decisiva tendo em vista as próximas eleições gerais no país», comentou.

O dirigente cubano visitou, em 31 de agosto, vários estabelecimentos e obras que fazem parte do programa construtivo e de reorganização pelos 325 anos da fundação da cidade de Matanzas.

O primeiro deles foi o restaurante Brisas del Mar, um local com capacidade para atender 80 comensais, que foi alvo de obras de reconstrução e melhoras nas áreas exteriores. Em um diálogo com seus trabalhadores, Lazo interessou-se pelo salário e as condições de trabalho e sublinhou o valor de aperfeiçoar a qualidade dos serviços e o atendimento aos consumidores.

Acompanhado por Teresa Rojas Monzón, primeira secretária do Partido em Matanzas, y Tania León Silveira, presidenta da Assembleia Provincial do Poder Popular, Esteban Lazo apreciou as bondades de dois imóveis inaugurados recentemente: o Instituto de Saúde e Beleza Ensueño e o centro cultural Aurora.

Em meio da rua da cidade dialogou com moradores, administradores e trabalhadores independentes que prestam serviços nessa zona da cidade e após elogiar a contribuição de todos fez um apelo à disciplina e a ordem e reiterou a necessidade de ajustar-se aos requerimentos legais.

Leonel Pérez Orozco, Conservador da Cidade e promotor do movimento de restauração da cidade mostrou os progressos das tarefas em andamento, entre as que se contam os trabalhos na rua Medio para dispor de um espaço pedonal público, a preparação da escola de ofícios, o acabamento do Portalón da rua Tirry, os trabalhos no teatro Sauto e o avanço das obras nas rodovias e em Pueblo Nuevo.

«Vamos deixar Matanzas bem bonita», fez notar Esteban Lazo uma e outra vez em sua troca com os cidadãos para reafirmar a importância dos acontecimentos construtivos em desenvolvimento, «algo que não deve estar alheio à atitude de nenhum morador desta cidade», reafirmou.