ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Foto: INSMET

Durante as últimas horas o intenso furacão Irma continuou avançando rumo ao oeste noroeste e com esta trajetória, a partir do meio-dia de 7 de setembro, devido a sua proximidade, começarão a chegar grandes ondas ao litoral norte desta zona do país, sobretudo em Guantánamo e Holguín. As ondas podem ser entre quatro e seis metros e provocarão enchentes em zonas baixas do litoral norte de Guantánamo, que posteriormente se estenderão à costa de Holguín.

Às 6h da manhã de 7 de setembro, o olho do furacão foi localizado a uns 310 quilômetros a este-sudeste das ilhas Turks.

Irma enfraqueceu-se levemente durante as últimas horas, porém continua sendo um poderoso furacão que devastou as ilhas do Caribe insular com ventos de 285 quilômetros por hora, com rajadas de maior velocidade e avança para o oeste-noroeste com uma velocidade de translação de 28 quilômetros por hora.

Pela potencial afetação desse furacão a Cuba, recomenda-se prestar atenção às informações que emite o Centro de Previsão do Tempo do Instituto de Meteorologia e a Defesa Civil Nacional.