ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Photo: Cubaminrex

-----------------------------------------------------------------------------------------------

15h50-. Rodríguez reiterou que esta política é irreflexiva e que o governo dos Estados Unidos será responsável da deterioração das relações entre ambos so países.

------------------------------------------------------------------------------------------------

15h50-. O chanceler cubano respondeu que no referente ao futuro da agenda de ambos os países essa seria uma boa pergunta para o governo dos Estados Unidos. Estas decisões prejudicarão as relações bilaterais como o fizeram as palavras de Trump em junho e seu discurso perante o 72º período de Sessões da Assembleia Geral das Nações Unidas.

----------------------------------------------------------------------------------------------

15h45-. Cristina Escobar do Sistema Informativo da Televisão Cubana, perguntou sobre o futuro da agenda diplomática entre ambos os países, perante a declaração do Departamento de Estado dos EUA.

----------------------------------------------------------------------------------------------

15h42-. Acrescentou o chanceler que a escassa ou suposta evidência compartilhada pela parte estadunidense foi desestimada. Igualmente, o ministro comentou mais uma vez que se pediu reiteradamente aos EUA mais informação, evidências e que permitam encontros com os prejudicados e entre médicos cubanos e estadunidenses.

----------------------------------------------------------------------------------------------

15h42-.O chanceler esclareceu que lamentavelmente a maioria dos incidentes foram registrados pela embaixada dos EUA meses depois. Também, esclareceu que os peritos cubanos não realizaram as investigações nas residências porque a parte estadunidense não o permitiu.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

15h40-. Bruno afirmou que no referente às investigações cubanas estas se desenvolveram com muita profissionalidade, como corresponde à indicação do mais alto nível de governo em Cuba, de esclarecer os fatos.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

15h35-. Bruno Rodríguez enfatizou em que justamente os únicos ataques terroristas ocorridos em Cuba tinham sido perpetrados por grupos radicados nos Estados Unidos, não por nenhum terceiro país.
----------------------------------------------------------------------------------------------

15h35-. Perante essas interrogantes o chanceler questionou a quais ataques terroristas se referia o correspondente da CNN, o qual respondeu que aos realizados na década de 1990 em vários hotéis de Havana.

----------------------------------------------------------------------------------------------

15h32-. O representante da cadeia de televisão CNN perguntou pelo desenvolvimento da investigação feita por Cuba, se os especialistas tinham estado nas casas dos diplomatas estadunidenses e nos locais nos quais se moviam e se suspeitavam de um terceiro país ou a operação de grupos terroristas.

----------------------------------------------------------------------------------------------

15h32.- Caso aplicar o governo dos Estados Unidos estas medidas e padrões que hoje, toma contra Cuba ao resto de seu pessoal diplomata e outros países, deveriam cancelar suas missões.

--------------------------------------------------------------------------------------------

15h30.- O chanceler perguntou-se acerca da seriedade real que houve neste processo: ciência ficção?, do que se fala?, arguiu. Disse que o argumentado até o momento se trata de uma retórica, carente de evidências e informação, bem como de dados concludentes.

-------------------------------------------------------------------------------------------

15h30.- Bruno qualificou a decisão de despedir os diplomatas cubanos como politicamente motivada e mal-intencionada, além das afetações de saúde notificadas pelos diplomatas estadunidenses.

-------------------------------------------------------------------------------------------

15h28.- Bruno significou que no relatório emitido pelo Departamento de Estado não se corrobora a ocorrência de ataques, mas sim de incidentes, não obstante, culpou o governo cubano de não tomar as medidas para evitar tais “incidentes”.
É inaceitável que o argumento para exigir aos diplomatas cubanos abandonar sua missão nos Estados Unidos seja que eles decidiram reduzir seu pessoal na Ilha, enfatizou o chanceler.

--------------------------------------------------------------------------------------------

15h25-. Sobre as relações com os Estados Unidos o chanceler cubano respondeu que as políticas anunciadas pelo governo de Trump constituem efetivamente um retrocesso. A decisão de reclamar o abandono de terra estadunidense por parte de diplomatas cubanos só pode beneficiar àqueles que pretendem reverter o avançado nos últimos anos; só pode satisfazer os interesses de algumas pessoas.

---------------------------------------------------------------------------------------------

15h22-. A correspondente da agência AP em Havana perguntou ao chanceler cubano se as medidas tomadas pelo governo dos Estados Unidos e o governo cubano deste momento constituem o retorno ao período anterior a 17 de dezembro de 2014.
Igualmente, perguntou que tinha acontecido com os diplomatas canadenses que em um primeiro momento tinham referido iguais sintomas.

--------------------------------------------------------------------------------------------

15h20-. O Minrex reitera a disposição de Cuba de continuar com a cooperação para esclarecer os fatos e concluir a investigação. Com estas palavras concluiu sua apresentação o chanceler cubano, depois do qual se realizou uma rodada de perguntas.

----------------------------------------------------------------------------------------

15h20-. A medida anunciada pelos EUA de recortar o pessoal diplomático cubano em Washington tem um caráter eminentemente político, reafirmou o chanceler cubano.
-------------------------------------------------------------------------------------------

15h20-. O Ministério das Relações Exteriores de Cuba reafirma que Cuba não perpetrou nem perpetrará jamais ataques de nenhuma natureza contra os diplomatas e seus familiares.

-------------------------------------------------------------------------------------------

15h18-. Até agora, disse o chanceler cubano, de acordo com a informação disponível e os dados oferecidos pelos Estados Unidos, não existem provas dos supostos ataques nem se identificaram possíveis autores.

--------------------------------------------------------------------------------------

15h18-. Bruno manifestou que as autoridades cubanas cooperaram durante as três visitas realizadas pelas agências especializadas estadunidenses.

-------------------------------------------------------------------------------------------

15h15-. Depois de repetidos pedidos ao governo dos EUA agências especializadas desse país viajaram a Cuba, reuniram-se com sua contraparte cubana e disseram que cooperariam de maneira mais ativa no esclarecimento dos incidentes.

-------------------------------------------------------------------------------------------

15h15-. Os especialistas cubanos concluíram que o principal obstáculo para esclarecer os fatos foi a falta de informação e sua entrega tardia.

-------------------------------------------------------------------------------------------

15h12-. Para contribuir ao processo investigativo e legal, as autoridades cubanas transmitiram às dos EUA requerimentos de informação, como parte do processo de investigação. Até agora, as autoridades cubanas não puderam acessar às pessoas afetadas ou aos médicos que os examinaram, pelo qual não têm fontes primárias de informação.

-----------------------------------------------------------------------------------------

15h12-.Bruno assinalou que o presidente cubano Raúl Castro, em conversação com o encarregado de negócios dos EUA, pediu mais informação, contudo, os dados fornecidos careciam de detalhes e foram insuficientes.

------------------------------------------------------------------------------------------

15h10-. O chanceler cubano explicou que perante a tardia e insuficiente informação fornecida às autoridades cubanas para a investigação, estas pediram mais informação aos Estados Unidos.

------------------------------------------------------------------------------------------

15h10-. Como informou o Minrex no passado 9 de agosto, desde que se informou a suposta ocorrência de incidentes contra alguns diplomatas e seus familiares, iniciou-se uma investigação por parte do Estado cubano, habilitaram-se novos canais de comunicação e foi criado um comitê de especialistas. ----------------------------------------------------------------------------------------

15h08-. Bruno Rodríguez lembrou que Cuba foi vítima no passado de atentados contra seu pessoal diplomático, contudo, cumpre com a Convenção de Viena sobre as relações diplomáticas de 1961.

-----------------------------------------------------------------------------------------

15h08-. Em suas declarações à imprensa o chanceler cubano expôs que na reunião sustentada com Rex Tillerson se advertiu de não tomar decisões apressadas e reiterou a disposição de cooperar no esclarecimento dos fatos.

------------------------------------------------------------------------------------------

15h05-. O chanceler Bruno Rodríguez manifesta que o Ministério das Relações Exteriores de Cuba protesta e denuncia esta decisão.

---------------------------------------------------------------------------------------

15h05-. Em 29 de setembro, o secretário de Estado norte-americano anunciou a decisão de retirar uma parte do pessoal diplomático desse país em Havana, depois dos ataques que prejudicaram sua saúde.

Em 3 de outubro decidiram que diplomatas cubanos se retirassem da sede de Washington.

--------------------------------------------------------------------------------------

15h00-. Bruno começa transmitindo os pêsames às vítimas do tiroteio do passado domingo em Las Vegas