ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Gala de homenagem ao Che Guevara em Santa Clara. Photo: Juvenal Balán

SANTA CLARA.Uma gala à altura da dimensão humana e universal do Che Guevara, protagonizaram, neste sábado, os artistas de Villa Clara que participaram da gala homenagem ao Herói da Batalha de Santa Clara, por ocasião de se comemorar neste domingo o 50º aniversário de seu desaparecimento físico, a qual foi realizada no Teatro La Caridad, principal instituição cultural da província.

Na atividade, na qual marcaram presença o segundo-secretário do Comitê Central do Partido, José Ramón Machado Ventura, o primeiro vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, e o presidente da Assembleia Nacional do Poder Popular, Esteban Lazo Hernández, também estiveram familiares dos guerrilheiros caídos junto ao Che Guevara na Bolívia e combatentes da Campanha de Las Villas.

Artistas do tamanho do grupo de dança Nuestra América, o Trio Palabras, a intérprete Vionaika Martínez, as companhias Danza del Alma e Baila Cuba, o Trio Raptus, e Gustavo Felipe Remedios, que se juntou com Lázaro García para cantar a antológica canção Batalla de Santa Clara, intervieram na gala.

Foi uma jornada especial, na qual milhares de moradores de Santa Clara que não puderam entrar ao coliseu, presenciaram a solenidade através de telas gigantes colocadas fora do teatro, o qual constituiu uma confirmação do carinho que professa esta cidade a seu líder redentor.

Membros do secretariado do Comitê Central e as máximas autoridades do Partido e o Governo no território, Julio Lima Corzo e Alberto Lopez Díaz, também estiveram entre os assistentes à atividade, além de altos oficiais das FAR e do Minint.