ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA

SANTA CLARA.— O reencontro de Fidel com o povo de Villa Clara, vencedor de dificuldades e obstáculos como ele catalogasse; e sua estada no acampamento de Che e seus companheiros de luta nesta cidade, serão lembrados com motivo da comemoração do primeiro aniversário da desaparição física do líder da Revolução e sua passagem por pela província até chegar a Santiago de Cuba.

Massivamente, estudantes, trabalhadores, combatentes e todos os que apreciam o legado do Comandante-em-chefe, marcaram presença cerca das 20h00 na praça Leoncio Vidal e daí realizarão uma caminhada até o Complexo Escultórico Comandante Ernesto (Che) Guevara, onde terá lugar o tributo protagonizado por artistas do território para homenagear a Fidel.

«Entre os artistas convidados à homenagem estarão presente o trio Trovarroco, Ernestina Trimiño e o Quinteto Criollo, o coro Ensemble Vocal Musas, a Companhia folclórica Abu Ache, o Conjunto de Dança Baila Cuba e o cantor Gustavo Felipe Remédios», deu a conhecer Eliot Porta, responsável pela atividade.

Outros invitados serão Yaila Corcho e a trovadora Marialina Álvarez, além de Arianna García e a orquestra de Alejandro Sánchez, quem junto a um grupo de alunos do sistema de ensino artístico na província interpretará Cavalgando com Fidel.

Uma tela gigante mostrará ao público os principais momentos da passagem do herói do Moncada, o iate Granma e a Serra Maestra pela província Villa Clara e as extraordinárias expressões de dor e simpatias vividas naqueles dias.