ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Photo: Juvenal Balán

Com o objetivo de fortalecer e dar maior estabilidade à gestão administrativa em cada território, e ao mesmo tempo tornar mais eficiente o trabalho das assembleias locais do Poder Popular e suas comissões permanentes, durante os próximos dias 24 e 25 de fevereiro serão aprovados no país os vice-presidentes que atenderão ao Órgão da Administração de cada município.

O cargo de vice-presidente do Órgão da Administração foi criado ao amparo do Acordo 8.223º do Comitê Executivo do Conselho de Ministros de Cuba, de setembro de 2017.

«Durante o mês de dezembro, foram eleitos em cada território os responsáveis por este novo cargo nas Assembleias Provinciais do Poder Popular. Em fevereiro cabe designar (não eleger) os que ocuparão a função a partir dos municípios», explicou Miriam Brito Sarroca, secretária da Assembleia Nacional do Poder Popular (ANPP).

Esta decisão é «um importante passo para garantir a qualidade e eficiência de nosso trabalho em cada território», valorizou Brito.

Segundo o acordo, os presidentes das assembleias provinciais e municipais do Poder Popular, que hoje são os titulares do Conselho da Administração Provincial ou Municipal (segundo o caso, à exceção das províncias Artemisa e Mayabeque), embora continuem detendo a máxima direção nos Conselhos da Administração, podem delegar naquele que ocupe o novo cargo atribuições e funções.

Algumas delas são convocar e presidir as reuniões, e organizar, dirigir e controlar o desempenho do Conselho da Administração.

Ao delegar o presidente determinadas funções, será conseguida maior especialização e profissionalismo na atenção e direção das Assembleias de cada território e dos seus órgãos de administração, assegurou Carlos Rafael Fuentes León, chefe da área de Atenção aos órgãos locais.

«Os novos responsáveis nos municípios e províncias facilitarão o controle e fiscalização das gestões administrativas, o que permitirá salvaguardar a ordem constitucional vigente», concluiu Fuentes.