ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Exemplo de eternos jovens universitários, assim definiu o presidente da FEU aos Delegados de Honra. Photo: Archivo

A Federação Estudantil Universitária (FEU) distinguiu no sábado, 24 de março, com a condição de Delegado de Honra do seu 9º Congresso, previsto para julho, o general-de-exército Raúl Castro Ruz, primeiro secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba e presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, noticia a ACN.

Segundo informou o presidente da FEU; Raúl Alejandro Palmero Fernández, outras personalidades com tal condição são José Ramón Machado Ventura, segundo secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba (PCC) e vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, e Miguel Díaz-Canel Bermúdez, membro do Bureau Político do Comitê Central do Partido e primeiro vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros.

Também serão Delegados de Honra o Comandante-da-Revolução Ramiro Valdés Menéndez, membro do Bureau Político do Partido e vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros; o também Comandante da Revolução Guillermo García Frías; o comandante Faure Chomón Mediavilla; José Ramón Balaguer Cabrera, membro do secretariado do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba; e José Ramón Fernández Álvarez, assessor do presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros.

Isso veio a público durante o ato pelo 115º aniversario do nascimento do líder estudantil Julio Antonio Mella, celebrado na Aula Magna da Universidade de Havana (UH), local onde Palmero Fernández explicou que o reconhecimento a estas personalidades se deve a que constituem exemplos de eternos jovens universitários.

Como parte da homenagem a Mella, foi colocada uma oferenda floral no monumento onde se encontram depositadas suas cinzas, no sopé da colina universitária.

As palavras centrais da atividade foram proferidas pelo presidente da FEU, quem destacou que Julio Antonio Mella era um jovem audacioso, enérgico, aglutinador, um líder natural, que soube lutar contra aquelas coisas que o inconformavam em sua época.

Referiu-se ao papel fundamental de Mella na hora de fundar a FEU, a revista Alma Máter, a Universidade Popular José Martí, e levar adiante em Cuba as ideias da Reforma Universitária, surgida em Córdoba, Argentina.

Recalcó que não se pode falar de Mella sem fazer alusão ao seu pensamento latino-americanista e antiimperialista, e à sua visão revolucionária ao fundar, junto a Carlos Baliño, o Partido Comunista de Cuba.

A atividade foi presidida por José Ramón Balaguer Cabrera; Olga Lidia Tapia Iglesias, membro do secretariado do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba; Ronald Hidalgo Rivera, segundo secretário da União dos Jovens Comunistas (UJC), e Gustavo Cobreiro Suárez, reitor da UH.