ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
A comunidade internacional criticou a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de transferir sua embaixada de Telaviv para Jerusalém, o que provocou uma onda de protestos e deixou dezenas de mortos e milhares de feridos. Photo: EFE

O Governo Revolucionário da República de Cuba expressa sua mais enérgica condenação à criminal repressão do exército de Israel contra a indefesa população palestina na Faixa de Gaza, que causou a morte de ao menos 52 pessoas e deixou mais de 2.400 feridos. Este fato constitui outra grave e flagrante violação da Carta da ONU e o Direito Internacional humanitário e um novo atropelo contra o povo palestino.

Cuba reitera seu rechaço à ação unilateral do governo dos Estados Unidos de estabelecer sua representação diplomática na cidade de Jerusalém, em franco desrespeito das leis internacionais e das resoluções das Nações Unidas, o que agrava ainda mais as tensões na região.

O Governo Revolucionário reitera mais uma vez, seu apoio irrestrito a uma solução ampla, justa e duradoura para o conflito israelense-palestino, sobre a base da criação de dois estados, que permita aos palestinos o direito à livre determinação e a dispor de um estado independente e soberano nas fronteiras anteriores a 1967, com Jerusalém Oriental como a sua capital.

Havana, 15 de maio de 2018