ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Photo: Archivo de Granma

Como já foi informado, na madrugada do domingo, 6 de janeiro, morreu aos 95 anos o Herói da República de Cuba, general-de-divisão da reserva José Ramón Fernández Álvarez.

O Galego Fernández, como ele era conhecido pelo nosso povo, nasceu em 4 de novembro de 1923 em Santiago de Cuba. Desde tenra idade, participou da luta revolucionária contra a tirania de Batista em movimentos conspiratórios com diferentes grupos militares e políticos, razão pela qual esteve uma prisão por quase três anos na Ilha de Pinos.

No triunfo da Revolução ele se juntou às Forças Armadas Revolucionárias, participou da luta contra os bandidos, bem como na direção das batalhas em Playa Girón, sob as ordens do Comandante-em-chefe da Revolução Cubana, Fidel Castro Ruz.

No Ministério das Forças Armadas Revolucionárias ocupou diferentes responsabilidades, incluindo o de diretor da Escola de Cadetes do Exército Rebelde, a Escola de Oficiais das Milícias de Matanzas e as Escolas do Batalhão de Milícias da província de Havana; chefe da Direção de Preparação Combativa e vice-ministro da FAR.

Também atuou como vice-ministro e ministro da Educação, vice-presidente do Conselho de Ministros e assessor do Presidente dos Conselhos de Estado e Ministros. De 1997 a outubro de 2018, presidiu o Comitê Olímpico de Cuba, ano em que foi eleito presidente honorário da vida.

Manteve o status de fundador do Partido Comunista de Cuba, juntou-se ao seu Comitê Central desde o 1º Congresso, em 1975, e foi membro suplente do Bureau Político, de 1980 a 1991.

Deputado da Assembleia Nacional do Poder Popular desde sua constituição, em 1976 e membro do Conselho de Estado, entre os anos de 1981 e 1993.

Licenciado em Ciências Sociais e professor de Mérito na Universidade Pedagógica Enrique José Varona. Foi agraciado com o doutorado Honoris Causa em Educação pela Universidade de Havana; em Ciências Militares pela Academia FAR General Máximo Gómez e em Cultura Física e Ciências do Esporte da Universidade de Ciências da Cultura Física, bem como o Doutorado em Ciências Históricas pela Universidade de Oriente.

Por seus méritos recebeu inúmeras ordens, medalhas e condecorações. Em 2001 foi agraciado com o título honorário de Herói da República de Cuba.

Na próxima terça-feira, entre as 9h00 e as 12h00, suas cinzas serão expostas no Panteão dos Veteranos da Necrópole de Colombo, onde permanecerão até serem transferidas para o Mausoléu do 2º Front Oriental Fran País.