ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Photo: Estudios Revolución

O Conselho de Ministros, chefiado pelo seu presidente Miguel Diaz-Canel Bermúdez, voltou a se reunir na terça-feira, 29, à noite, para continuar avaliando os danos causados ​​pelo tornado que atingiu Havana no domingo e coordenar os esforços do país para dar uma resposta rápida.

«Precisamos encurtar os tempos de recuperação e ser muito sensíveis ao lidar com as vítimas», disse o presidente. «Tudo o que reconstruirmos», disse, «tem que parecer melhor, mais forte e mais bonito do que era antes».

Segundo o general-de-divisão Ramón Pardo Guerra, chefe do Estado-Maior Nacional da Defesa Civil, o número de mortes por causa do evento meteorológico permanece em quatro. Foram contabilizadas 1.286 casas com afetações, das quais já foram visitadas 1.238. As destruídas totalmente são quantificadas em 123 e 625 parcialmente.

Com a passagem do tornado, também foram produzidos 112 vazamentos de gás no município de Diez de Octubre, que já foram solucionados.

Reynaldo Garcia Zapata, presidente do Governo na capital, informou que 14 escritórios foram abertos, para a compra de materiais de construção, que começarão a ser disponibilizados às vítimas a partir da quarta-feira, 30. Entre eles mencionou módulos de janelas e telhados.

Confirmou que em dois dias os municípios de Guanabacoa e Regla devem ser completamente limpos de detritos; enquanto Diez de Octubre, considerado o mais afetado, estará pronto no final de semana. Para isso o trabalho foi reforçado com brigadas de outros territórios de Havana e das províncias de Mayabeque, Artemisa, Matanzas, Pinar del Rio e Cienfuegos. Também afirmou que essas tarefas foram acompanhadas por estudantes universitários e membros da Associação Hermanos Saíz.

Reconheceu o papel de liderança dos membros das Forças Armadas Revolucionárias e do Ministério do Interior nessas tarefas desde o início.

Díaz-Canel destacou que, juntamente com a limpeza, deveriam se replantar as árvores derrubadas com espécies que restaurem a vegetação e suas raízes não danifiquem as calçadas.

Posteriormente, o ministro da Saúde Pública, José Angel Portal Miranda, informou que das pessoas feridas em decorrência do evento climático já tiveram alta 74, das quais 12 em estado grave. Em relação aos 196 pacientes evacuados do Hospital Materno Hijas da Galícia, na tarde desta terça-feira, 24 é o número daqueles que receberam a alta médica.

Sobre a policlínica no município de Regla, Portal Miranda disse que o problema com o abastecimento de água já estava resolvido e os serviços de saúde começaram a ser oferecidos. Além disso, o pessoal médico nessa instituição foi reforçado e duas ambulâncias foram localizadas para a evacuação dos casos que a requerem. «Até agora», disse ele, «não há situação epidemiológica anormal».

Antonio Rodríguez Rodríguez, presidente do Instituto Nacional dos Recursos Hídricos, disse que 873 tanques danificados são reportados e mais de mil estão disponíveis para oferecer à população.

«Enquanto isso, continua o trabalho de restaurar o fornecimento de eletricidade o mais rapidamente possível para os mais de 144.000 clientes que permanecem sem eletricidade», disse Raúl García Barreiro, ministro de Energia e Mineração. «Cerca de 83% do dano já foi consertado», disse.

Entre as medidas alternativas adotadas para facilitar as comunicações, o chefe do setor, Jorge Luis Perdomo Di-Lella, informou que 31 telefones públicos foram habilitados, dos quais as pessoas podem fazer chamadas gratuitas de até três minutos de duração. E ressaltou que, após mais detalhes, confirma-se que o número de danos equivale a mais de 16 mil serviços telefônicos.

A ministra da Indústria de Alimentos, Iris Quiñones Rojas, confirmou que foi possível continuar o fornecimento estável de farinha às padarias; além disso, será distribuído peixe enlatado.

«Apesar do fato de que 11 lojas e comércios foram afetados, a venda da cesta familiar subsidiada começou a ser vendida sem dificuldades», disse a ministra do Comércio Interno, Betsy Díaz Velázquez.

O titular da Agricultura, Gustavo Rodriguez Rollero, expôs que começarão a ser vendidos e distribuídos ovos e batatas. O ministro do Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro, Rodrigo Malmierca Díaz, disse que organizações internacionais como o Programa Mundial de Alimentação, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e o Fundo das Nações Unidas para a Infância ofereceram doações de arroz, feijão, lonas para telhados, caixas d'água e materiais educativos e recreativos para crianças, todos os produtos depositados no território nacional.

Sobre as ofertas de ajuda, tanto de países como de pessoas, o ministro disse que o país estabeleceu um mecanismo para isso e deve ser coordenado através do MINCEX.

Eduardo Rodríguez Dávila, Ministro dos Transportes, disse que todos os serviços foram gradualmente restaurados e estão a ser feitos trabalhos de recuperação dos equipamentos e carros que sofreram avarias com a passagem do tornado. Além disso, disse, o transporte da força que intervém no trabalho de saneamento da cidade foi bem organizado.

O ministro da Economia e Planejamento, Alejandro Gil Fernández, reiterou que o país está em condições de apoiar a recuperação e tem recursos como telhas, madeira e aço, que começarão a ser distribuídos para a população nas próximas horas.

O secretário do Comitê Provincial do Partido, Luis Antonio Torres Iríbar, reconheceu a participação popular nas tarefas de saneamento e coleta de detritos desde a madrugada de segunda-feira.