ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Os materiais para as vítimas estão chegando aos armazéns. Foto: Endrys Correa Vaillant

A presença de uma forte força técnica formada pela Revolução continua crescendo na execução das tarefas de recuperação pelos estragos do tornado. Foi assim desde esta segunda-feira 28 e na medida em que avançaram os trabalhos de limpeza, a devolução de postes, linhas de energia e de telefone e de geradores aos seus lugares originais, foi possível ir mais rápido na avaliação das moradias.

Comum em lides recentes são a arquiteta Maria Lissette Polo Vilató e o técnico em Construção Civil Juan Francisco González Rodríguez, encarregado de dois dos três grupos de trabalho com que a empresa de Design de Havana (DCH) atende aos municípios da capital.

Com o passo preliminar de visitar alguns lugares assumiram uma das tarefas mais prementes para a entidade, com vista ao desenvolvimento de projetos de adaptação de locais e construção de novos edifícios, procedimentos temporários e definitivos para os danificados.

Em tais soluções têm uma vasta experiência, como, por exemplo, o pessoal técnico e profissional da empresa realizou designs para adequar quase 90% dos recintos destinados a abrigos de trânsito ou moradias permanentes em toda a cidade.

Maria Lissette assinala que em Regla já identificaram três áreas onde os edifícios devem ser construídos, para uns 30 apartamentos, e há duas outras áreas no processo de aprovação, porque nesta fase também interveem especialistas das direções municipais de Planejamento Físico e Habitação.

Enquanto isso, no local, localizado na rua Serafines, entre Rabi e Diez de Octubre, no município de mesmo nome, por agora uma dúzia de casas serão erguidas, com a possibilidade de se expandir mais tarde, com o esforço de seus habitantes.

Também naquela localidade é em fase acelerada de elaboração de projetos a adaptação, para 60 moradias, do lar de idosos 24 de Febrero, onde na manhã da quinta-feira já realizavam suas primeiras ações de construção o Grupo Empresarial de Construção da Administração Local (Gecal)

Os especialistas entrevistados concordam que não só em DCH se tomou experiência para a ação contra danos ao fundo de habitação, tais como eventos climáticos e instituições que o seu objeto social, corresponde realizar os diagnósticos são suportadas no momento por um reforço na juventude e experiência, porque não sobra nenhuma ajuda.

É por isso que nas ruas dos municípios afetados pelo tornado, que agora são um fervedouro de trabalho diferente, e todos importantes; andam e refazem os alunos das carreiras de arquitetura e engenharia da Cidade Universitária José Antonio Echeverria (Cujae), visitando as vítimas para acompanhar a avaliação dos danos das casas e fazer as especificações técnicas, incluindo a lista de materiais necessários, documento a ser apresentado nos escritórios de procedimentos para a posterior aquisição de recursos de acordo com o formulário aprovado: subsídio, gratificação, crédito e dinheiro.

Os membros da União Nacional de Arquitetos e Engenheiros da Construção de Cuba apoiam com os pareceres aos arquitetos da comunidade que avaliem os colapsos parciais e totais, em que é decisivo o conhecimento do bairro, para determinar com precisão as características de as casas antes da passagem do meteoro.

Durante o trabalho desta força técnica deve ser cumprida uma das observações repetidas nas reuniões do Conselho de Defesa Provincial (CDP), de avaliar casuisticamente, porque pelo tipo de construção não pode ser padronizada a quantidade de recursos para entregar.

PASSO A PASSO, SEM PARAR

Embora em nível dos ministérios, a identificação e a entrega das instalações sejam priorizadas, com sua adaptação, para ajudar a aliviar a situação gerada pelo tornado; na reunião do CDP de quarta-feira, Reinaldo García Zapata, presidente da Assembleia Provincial do Poder Popular em Havana, enfatizou que também os governos municipais envolvidos deveriam «vasculhar» os conselhos populares e informar a existência desses imóveis em desuso, o que aceleraria as ações de resposta e solução habitacional para as famílias afetadas.

Especialistas do Ministério do Comércio Interior informaram ao Granma Internacional que, na província de Havana, cinco lojas de materiais de construção estão ativadas nos municípios mais afetados pelo tornado.

As mesmas estão recebendo desde 30 de janeiro, entre outros, os seguintes recursos: aço, coadjuvantes, sacos de cimento, telhas metálicas, purlings (vigas metálicas), telhas de amianto, portas galvanizadas (interior e exterior) e depósitos plásticos para água.

LOCAIS ATIVADOS NOS TRÊS MUNICÍPIOS MAIS AFETADOS

Regla:

Rua 10 de Octubre #61, entre Tenería e Calzada de Regla.

No estacionamento do Conselho da Administração Municipal (foi habilitado como ponto de venda para aproximar os recursos das vítimas).

Guanabacoa:

Rua Maceo, entre Versailles e Padilla.

Diez de Octubre:

Rua Armas #464, entre B e C.

     Rua Luco esquina Villa Nueva, Luyanó.

No caso deste município, outro ponto de venda está sendo montado, cuja localização será informada posteriormente.

DE SANTIAGO DE CUBA DEPÓSITOS PARA HAVANA

Os primeiros 50 depósitos para água com suas tampas, incluídos em uma encomenda especial de 600, foram enviados pela unidade empresarial de base Fábrica de Fibrocimento Armando Mestre Martínez, desta cidade, para os municípios afetados de Havana.

Pertencente à empresa de fibrocimento Perdurit e única de seu tipo com a oficina de estas produções ativas no país, a usina incluiu 22 recipientes de 500 litros, 12 de 300, 16 de cem, que totalizam 169 os que também de diferentes capacidades tinha fornecido à capital até agora este ano.

Ruperto Árias Palú, diretor da entidade, disse ao Granma Internacional que são criadas condições, possuem as matérias-primas necessárias e têm uma equipe de experiência comprovada e alta disponibilidade para trabalhar, para realizar a ordem em cerca de um mês e continuar atendendo os compromissos atribuídos.

Preparado a partir da mistura de cimento e fibras, e formados no molde tanto dentro como fora, à mão, no ano passado 8.666 depósitos foram entregues, de um plano fixado em 7.900, e levando em conta os graves efeitos climático-atmosféricos registrados no país em 2017, alcançaram, com 3.111 unidades produzidas, uma façanha de trabalho.

Em relação às telhas acanaladas de fibrocimento, Árias Palú acrescentou que no ano passado foram entregues mais de 1,5 milhão de metros quadrados, e também, se necessário, a capital de todos os cubanos pode contar com santiagueiros na solução de suas afetações totais e parciais de telhado.

SAIBA QUE:

Os grupos básicos de trabalho de atendimento primário, juntamente com professores e estudantes de Medicina e outros profissionais de Saúde Pública visitam as famílias afetadas para avaliar seu estado de saúde física e psicológica, e as garantias necessárias para tratar das doenças contraídas nestes dias ou produto de doenças já dispensadas.

Trabalhadores e funcionários públicos dos demais municípios, estudantes do ensino médio e superior e instituições armadas continuam apoiando as áreas afetadas.

As mais altas autoridades do Partido e do Governo na capital continuam insistindo para que nos municípios a elaboração dos arquivos técnicos seja ágil, bem como a aprovação de subsídios e bônus.

O pessoal da Empresa Águas de Havana aconselhará, para quem necessitar, a instalação dos depósitos, cuja venda começou na quinta-feira, 31.

Grupos de trabalho compostos por líderes das organizações políticas e de massa se juntaram àqueles que dão atenção às vítimas. No seu caso, o objetivo é conhecer preocupações, responder e processar dúvidas, uma das arestas do trabalho político-ideológico que não deve faltar em momentos de escassez material.