ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
O presidente cubano, juntamente com outras autoridades, manteve um acompanhamento exaustivo da colheita de açúcar. Photo: Carlos Cánovas

«AS chuvas que ocorreram em diferentes territórios e as avarias contínuas das usinas de açúcar que alongaram, além do previsto, o período de execução da safra estão entre as principais causas que afetaram o cumprimento do plano da atual colheita açucareira do país».

Isso foi expresso pelo presidente do Grupo Empresarial Azcuba, Julio García Pérez, em uma reunião de trabalho para discutir a questão, que foi recentemente liderada pelo presidente dos Conselhos de Estado e Ministros, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, de acordo com o site oficial da presidência cubana.

Os esforços têm como objetivo, principalmente, o cumprimento dos volumes acordados em relação às exportações, bem como a satisfação das diferentes demandas da economia doméstica, que incluem a cesta familiar subsidiada.

O cenário é complexo nas províncias, e aquelas com maiores possibilidades de superação de 90% do plano ou seu cumprimento são Artemisa, Mayabeque, Matanzas, Villa Clara, Sancti Spíritus e Holguín.

Este mês de maio é decisivo para a colheita e por isso corresponde aos gestores e trabalhadores do setor desenvolver um trabalho ainda mais intenso, transcendeu na reunião, onde também participou o primeiro vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, Salvador Valdés Mesa, além de líderes do partido e do governo.

O PLANTIO

De acordo com os dados fornecidos pelo presidente da Azcuba sobre o plantio da cana-de-açúcar, até 30 de abril, mais de 41 mil hectares foram contabilizadas, entre os campos arados e semeados, o que representa 57% do plano da primavera.

«Para conseguir continuidade no plantio, é necessário garantir uma taxa maior de aragem no mês de maio», afirmou.

Os principais descumprimentos são contabilizados nas províncias de Villa Clara, Ciego de Ávila, Granma e Guantánamo.

Para este período, os números foram planeados tendo em conta que a etapa da colheita já teria concluído, o que não foi possível e implica a adopção de medidas excepcionais, uma vez que tem de se combinar o plantio e a colheita.