ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA
Photo: Anabel Díaz

A 26ª Feira Internacional do Libro, Havana 2017 será oficialmente inaugurada hoje, 9 de fevereiro, na Fortaleza de San Carlos de La Cabaña. O evento, como se sabe, é dedicado ao intelectual e político Armando Hart Dávalos, quem ao conhecer deste merecido gesto expressou seu desejo de continuar sendo o soldado que na história da Revolução ele representa.

Nas primeiras palavras de agradecimento, a propósito da notícia, expressou que ser martiano e fidelista tem sido para ele o único modo de ser feliz, e que desde que entendeu o mundo do que mais desfrutou foi de trabalhar com a política e as ideias.

A Feira, que é dedicada também ao Canadá como País Convidado de Honra, será ocasião oportuna para revisitar a obra de Hart, que ele chamou modestamente sua papelaria e que pretende, com as oito publicações que verão a luz por parte de editoras cubanas, resumir mais de seis décadas de história ao serviço da justiça e do bem comum.

«Eu não tive de suprimir nada essencial», afirmou o primeiro ministro da Educação da Cuba revolucionária referindo-se à revisão de seus textos, que recolhem seu desempenho político, alimentado com as essências de José Martí e Fidel Castro, e que gozam hoje de maior valor ideológico.

O evento cultural será notícia diária por estes dias e dentre suas muitas atividades destacam as correspondentes honras ao líder da Revolução Cubana, dedicado a pôr a cultura e os livros ao alcance de todos os cubanos.