ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA

RIO DE JANEIRO.— Após a primeira medalha de ouro obtida pelo lutador Ismael Borrero, nos 59 quilos, Cuba será defendida hoje, 15 de agosto, pelo gigante Mijaín López, que buscará a segunda para nosso país e sua terceira em Jogos Olímpicos.

Caso conseguir essa façanha, seria o terceiro tricampeão cubano nestas lides, igualando os boxeadores Teófilo Stevenson e Félix Savón e as jogadores de vôlei cubanas que repetiram a mesma façanha.

Nas jornadas de sábado e domingo, os esportistas cubanos continuaram somando vitórias e desempenhos pouco alentadores. A dupla cubana de vôlei de praia, conformada por Nivaldo Díaz-Sergio González avançou na discussão das medalhas, superando a dupla holandesa e terá pela frente a russa de Viacheslav Krasilnikov e Konstantin Semenov.  

No domingo 14, Osleny Guerrero, no badmington, perdeu para o indonésio Tommy Sugiarto; na maratona feminina, Dailin Belmonte acabou na 102ª colocação; Reinier Estupiñan e Alexander Molerio culminaram nas 38ª e 42ª colocações, no rifle de ar em três posições enquanto Leuris Pupo culminou na quinta colocação, na final de pistola de tiro rápido 25 metros.

No ciclismo, Lisandra Guerra, nos 200 m em velocidade, terminou na 20ª colocação e no vôlei Cuba perdeu por 0-3 (16-25, 14-25, 16-25) frente à Argentina.

Nas provas de classificação no atletismo, foram eliminados Yirisleydi Ford, na prova do martelo; Maykel Masso, no salto em distância, bem como Liadagmis Povea no salto triplo.

No remo, Angel Fournier terminou último na final A do single sculls e perdeu a oportunidade de dar a primeira medalha olímpica ao remo cubano.

No boxe, o titular mundial Lázaro Álvarez perdeu na semifinal por 3-0 perante Robson Conceição (Brasil) e terminou com medalha de bronze; Julio Cesar La Cruz derrotou por 3-0 Michel Borges e avançou à semifinal do boxe, nos 81 quilos; Yasnier Toledo estreou com vitória para Pat McCormack (Grã-Bretanha) e passou às quartas-de-final, nos 64 quilos; Leinier Peró, nos +91 quilos, venceu por 3-0 (30-27, 29-28, 30-27) Guido Vianello (Itália) e Erislandy Savon perdeu por 3-0 perante Vassiliy Levit (Cazaquistão) na rodada semifinal e concluiu com medalha de bronze.

Na segunda-feira, 15 de agosto, Cuba aparece na 31ª colocação no quadro de medalhas, com uma de ouro, uma de prata e 3 de bronze.