ÓRGÃO OFICIAL DO COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA

Resultados de búsqueda

14 resultados.

Vale de lágrimas

A notícia, ainda que pareça incrível, foi imprescindível para começar este comentário • O mercado dos escravos na Líbia, junto a outras atrocidades que são cometidas contra emigrantes africanos, faz parte do que a Organização Internacional de Migrações chamou de «um vale de lágrimas»

Irã no alvo da política de Trump

DECORRIA o mês de julho de 2015, e vindas de Viena — mais exatamente — chegavam notícias de que a República Islâmica do Irã e os Estados Unidos, liderando o chamado grupo G5+1 (EUA, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha) depois de 18 meses de negociação

Fidel, primeiro ano:

As raízes do Caguaíran

Seu conceito de Revolução está presente em cada ação. E não se trata de que só o memorizemos, mas sim que o internalizemos e a tornemos bandeira da batalha diária

ARMAS NOS ESTADOS UNIDOS

O inimigo na própria casa

MAIS uma vez ficou patente que os Estados Unidos não devem continuar buscando inimigos além-mar. Ele está em sua própria casa e são as mais de 200 milhões de armas na posse da população e que causam, cada ano, mais de 33 mil mortos e milhares de feridos.

 

EUA-MÉXICO

O Muro e as velhas feridas sem sarar

ONDE já existe uma alta e eletrificada cerca que ocupa mais de mil quilômetros dos 3.200 de fronteira que separam o México dos Estados Unidos por obra e graça da ocupação norte-americana no século 19, onde o primeiro perdeu mais de 50% de seu território, agora o próprio país usurpador decidiu construir um custoso muro, com um investimento superior aos US$ 10 bilhões

Estados Unidos e o eixo do mal

QUANDO o Iraque foi parte do «eixo do mal» – visão hegemônica e criminal criada durante o governo de George W. Bush –, a «solução» dos «bons» a partir de Washington, foi invadir e bombardear a nação árabe. Ali, segundo dados de organismos internacionais, as forças agressoras mataram, mutilaram ou feriram mais de um milhão de pessoas.

Uma «mãe» desapiedada

Estados Unidos jogou uma bomba que contém mais de oito toneladas de explosivos de alta potência

DIREITOS HUMANOS

Cópias falsificadas, nenhum original

No padrão das administrações norte-americanas, Cuba viola os direitos humanos porque conseguiu resistir mais de 55 anos de cruel bloqueio imposto por Washington, precisamente com o objetivo de sufocar o povo através da fome

Algo mais que brancos e negros

AS atuais manifestações de xenofobia e o ressurgimento dos movimentos da extrema direita nos Estados Unidos, parecem coisa de séculos passados e de nações envenenadas por ideias e práticas extremistas, que limitam com o fascismo